Médico curitibano cria exame para acompanhamento de transplante de rim e é finalista de concurso internacional - Portal Douglas Souza - Notícias da Região.

Notícias

Post Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Médico curitibano cria exame para acompanhamento de transplante de rim e é finalista de concurso internacional

Médico curitibano cria exame para acompanhamento de transplante de rim e é finalista de concurso internacional
Médico curitibano está e entre os três finalistas da competição internacional - Foto: Arquivo pessoal
O médico curitibano Leonardo Riella é um dos três finalistas da competição internacional de medicina Bright Futures Prize (Prêmio Futuros Brilhantes). Ao todo, mais de trezentos projetos de médicos renomados no mundo foram inscritos para o concurso.

Ele é professor em Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e desenvolveu um exame que pode detectar, de forma rápida e barata, a rejeição ou infecção de um rim transplantado.

Além do médico Riella, também são finalistas Natalie Artzi, que desenvolveu um projeto sobre o combate ao câncer cerebral na infância e Mahmoud Nasr, que participa com um projeto sobre uma vacina universal contra a gripe.

A votação para a escolha do melhor projeto pode ser feita pela internet até as 18h desta quinta-feira (7).

O curitibano Leonardo Riella, que é formado em medicina pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), explicou que o exame criado pela equipe de pesquisa dele funciona como um teste de gravidez, desses de farmácia, e é feito através de amostra de urina.

Ele destacou que atualmente um rim transplantado dura apenas dez anos, em média. E que, atualmente, a rejeição ou infecção após o transplante são detectadas apenas por exame de sangue, que pode ser realizado apenas a cada seis meses.

Conforme o médico, o projeto é revolucionário e muito barato em relação às condições atuais desse tipo de exame.

O doutor Riella é professor em Harvard há 14 anos. Lá, ele se dedica diariamente a questões de pesquisa na área de medicina.

Fonte: G1/RPC Curitiba
Via: Portal Cantu

Redação - Douglas Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad