Operário de Ponta Grossa é derrotado pelo Cruzeiro em BH e perde a chance de encostar G-4 - Portal Douglas Souza - Notícias da Região.

Notícias

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Operário de Ponta Grossa é derrotado pelo Cruzeiro em BH e perde a chance de encostar G-4

A Rapoza venceu com gols de Sóbis e William Pottker, e espantou de vez qualquer possibilidade de briga contra a Série C, se garantindo na segunda divisão e chegando aos 47 pontos

Foto - Bruno Haddad/Cruzeiro
Depois de três vitórias seguidas, o Operário foi derrotado fora de casa pelo Cruzeiro na noite desta quarta-feira (21), em Belo Horizonte. Já o Cruzeiro depois de duas derrotas seguidas e não saber o que é vencer em casa desde o dia 5 de dezembro, enfim, retomou o caminho dos triunfos na Série B. A Rapoza venceu com gols de Sóbis e William Pottker, e espantou de vez qualquer possibilidade de briga contra a Série C, se garantindo na segunda divisão e chegando aos 47 pontos.

O objetivo que Felipão traçou em sua chegada, justamente contra o Operário no primeiro turno se concretizou. Um alívio, mas também uma melancolia. Afinal de contas, esperava-se muito mais da Raposa do que brigar por uma sequência na segunda divisão. Há de ressaltar que o 2 a 1 sobre o Operário também foi a primeira vitória do Cruzeiro no Horto como mandante.

O jogo 
A cabeçada de Manoel, que passou pelo zagueiro do Operário e encontrou Rafael Sóbis, livre, para encobrir o goleiro com um belo chapéu e depois casquinhar de cabeça, foi uma dádiva para o Cruzeiro. Um gol aos 31 minutos da primeira etapa que mascarou muito de um primeiro tempo fraco da Raposa. O Operário dominou praticamente todas as ações, só esfriando depois do gol marcado pela Raposa. 

Pobre de ideias, o Cruzeiro acabou mostrando suas limitações evidentes durante toda a temporada, mas foi ao intervalo à frente. Era o que importava. 

No segundo tempo, o Operário praticamente manteve a mesma estrutura. O Fantasma acabou premiado pela insistência. E aos 9 minutos do segundo tempo, em um chute de Ricardo Bueno, que desviou na cabeça de Manoel, ganhou as redes do goleiro Fábio.

O time paranaense ainda chegaria às redes para o gol da virada aos 12 minutos. Uma cabeçada de Pedro Ken. Mas a arbitragem anulou o gol, para a irritação dos jogadores do Operário, ao entender que o ex-jogador do Cruzeiro deslocou Filipe Machado n na disputa de bola. 

Manoel voltaria a ser uma peça importante no jogo. Com o placar em igualdade, o Cruzeiro teve allgumas oportunidades, melhorando a produção na etapa final.

Aos 30 minutos, em um lançamento consciente, Manoel colocou William Pottker em uma boa condição para vencer Fabiano na disputa pela bola e tocar na saída do goleirão Martín Rodríguez.  

Próximo jogo
O Cruzeiro volta a campo para seu penúltimo jogo na Série B e também na temporada no próximo domingo (24), quando recebe o Náutico, também no Independência, pela 37ª rodada. A partida acontece às 16h. 

O Operário, por sua vez, atua apenas na segunda (25), quando recebe a líder Chapecoense, no Germano Krüger, em Ponta Grossa, às 17h. (Com O Tempo).
6e22e4fc-7329-422b-8d19-d930a6c278e8
Participe do grupo de WhatsApp do Portal Douglas Souza e receba informações em seu celular; Grupo de WhatsApp Portal Douglas Souza (04)
DUB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad