https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEgjqNWX2Ex2ZwZCkkiyiVKdUW7-_rKAGTbTOYHI6swESGNaFuLa998wGuaQVmX4zJgHobLM_DDfe8GDnvWTymZbuva_3wWrdzm6Lo9AHa_b2IiTmSJdTEsdE9E2gQ1csAQU2Ip4H9S7JV9vExXzRHrNSgO2AaWWMsz7k2ohPmz8NCE7xoTTOERaVH_45A=s16000

Sesa reforça atenção para casos de chikungunya

O mês de fevereiro apresentou 20 notificações e um caso confirmado. Em março foram 53 notificações e 19 confirmações

Foto - Reprodução
O Informe Semanal sobre Arboviroses publicado nesta terça-feira (20) pela Secretaria da Saúde do Paraná alerta para o aumento de casos de chikungunya, doença também transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, assim como a dengue e zika vírus. O mês de fevereiro apresentou 20 notificações e um caso confirmado. Em março foram 53 notificações e 19 confirmações. 

A Sesa monitora e divulga os dados epidemiológicos dos três agravos no mesmo Informe conforme análise da Vigilância Ambiental.

Segundo o Informe, Paraná tem hoje 193 notificações para a chikungunya e 29 casos confirmados.

“A Sesa está alerta diante deste aumento repentino de casos; já orientamos todas as 22 Regionais de Saúde, principalmente os serviços assistenciais para atenção redobrada a possíveis casos. A notificação correta nos aponta onde está circulação viral e possibilita a ação”, afirmou o secretário Estadual de Saúde, Beto Preto.

As equipes de apoio técnico da Sesa vão intensificar o trabalho de apoio à Regionais de Saúde e municípios. Na semana que vem, os profissionais da Vigilância Ambiental estarão na 16ª Regional de Saúde, em Apucarana.

“Hoje o estado de São Paulo passa por um surto de chikungunya; a proximidade com o Paraná e o fluxo de pessoas entre os estados pode ter originado o aumento dos casos por aqui”, explica a coordenadora de Vigilância Ambiental da Sesa, Ivana Belmonte.

Características – A chikungunya causa febre e dores nas articulações. Outros sintomas incluem dor muscular, dor de cabeça, náusea, fadiga e erupção cutânea.

Aproximadamente 50% dos casos evoluem para a forma crônica; as dores podem persistir ppor meses ou até anos, causando debilitação do paciente.

Dengue – O Informe publicado hoje (20) pela Secretaria Estadual da Saúde registra 1.289 novos casos confirmados da dengue no Paraná. O período epidemiológico, com início de agosto de 2020, soma 9.909 casos distribuídos em 247 municípios.

As 22 Regionais de Saúde têm confirmações de dengue; em 20 Regionais estão confirmados casos autóctones, ou seja, as pessoas se contaminaram no município de residência. O Paraná totaliza 8.741 casos autóctones.

O Informe registra ainda 55.198 notificações para a dengue no estado, em 354 municípios. Outros 10.856 casos seguem em investigação para a doença.
LOGO-2-SITE
Participe do grupo de WhatsApp do Portal Douglas Souza e receba informações em seu celular; Grupo WhatsApp Portal Douglas Souza (05)
14fca58e-c3fd-4b30-87e0-403b8d85c6c0

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEhFUunwjVcqmCFMl2wzTBAERXRKZRb_jheK00tfjVFXAoXYX2eyRula0vIaxRC2Ry_Lnt7bX81RmamFkORegbjXdVhskeJpiGYUoITK3UAKRjUHTPCqMyEPciH1LXMcV__6M4lezXqdrXl25MJ0TPY9rtJPywNblcmC-yFD-HTW3zDFdY5cpr9GR84joA=s16000
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEgjqNWX2Ex2ZwZCkkiyiVKdUW7-_rKAGTbTOYHI6swESGNaFuLa998wGuaQVmX4zJgHobLM_DDfe8GDnvWTymZbuva_3wWrdzm6Lo9AHa_b2IiTmSJdTEsdE9E2gQ1csAQU2Ip4H9S7JV9vExXzRHrNSgO2AaWWMsz7k2ohPmz8NCE7xoTTOERaVH_45A=s16000
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEgjqNWX2Ex2ZwZCkkiyiVKdUW7-_rKAGTbTOYHI6swESGNaFuLa998wGuaQVmX4zJgHobLM_DDfe8GDnvWTymZbuva_3wWrdzm6Lo9AHa_b2IiTmSJdTEsdE9E2gQ1csAQU2Ip4H9S7JV9vExXzRHrNSgO2AaWWMsz7k2ohPmz8NCE7xoTTOERaVH_45A=s16000