https://i.ibb.co/3vg2gcv/PUB01.gif

Diretor do Cense de Laranjeiras do Sul dá ‘carteiraço’ e fura a fila da vacinação

Além dele um assessor também se vacinou. Houve postagens em redes sociais e grupo de WatsApp e incentivo a outros servidores para que repetissem o ato

Foto - Reprodução

O direito de não produzir prova contra si mesmo está consagrado pela constituição, assim como pela legislação internacional a todo o cidadão. Entretanto, o diretor do Centro de Sócio-Educação (Cense), Adilson dos Santos, em Laranjeiras do Sul teve iniciativa contrária. Após dar um ‘carteiraço’ na equipe de vacinação ele e o assessor Hidalgo Scremin tomaram a primeira dose da Astazeneca, nessa quinta (10). A justificativa para pressionar a equipe é de que faziam parte da área de segurança. Todavia, eles pertencem à forças de segurança. Portanto, estão fora do grupo prioritário de vacinação neste momento, segundo prevê o Plano Nacional de Imunização.

Entretanto, além de ‘furar a fila’  da vacinação contra a covid-19, Adilson fez várias postagens em redes sociais e grupos de WatsApp, fazendo apologia ao feito. Além disso, induziu outros servidores a fazer o mesmo. “Vale tentar, levem a carteira funcional”, orientou outros servidores.

Todavia, tão logo ele e o assessor receberam a dose da vacina, a equipe de Saúde registrou Boletim de Ocorrência na polícia. Dessa forma, além do BO, cópias das postagens compõem um ‘dossiê’  encaminhado à Comissão Especial de Investigação (CEI) da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). Essa comissão apura o andamento da vacinação no Estado e possíveis fraudes.

De acordo com um dos deputados que entrou em contato com o Portal RSN, nesta sexta (11), haverá represálias contra os infratores. (Com Portal RSN).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
https://i.ibb.co/XpPwfwk/PUB02.gif
https://i.ibb.co/3vg2gcv/PUB01.gif
https://i.ibb.co/3vg2gcv/PUB01.gif