https://i.ibb.co/3FFvsLT/PUB01.gif

Nova trincheira na BR-277 afeta o trânsito em Guarapuava a partir de 15 de outubro

Trevo da Vila Carli, local de muitos acidentes, será substituído por trincheira e rotatória, executadas dentro das obras de duplicação do trecho. As motoristas devem ficar atentos e seguir as orientações. Confira as rotas alternativas que serão utilizadas

Foto - DER

O trevo de acesso ao bairro Vila Carli na BR-277, em Guarapuava, será bloqueado a partir de 15 de outubro para início dos trabalhos de execução de uma nova trincheira e rotatória no local. A obra integra a duplicação da rodovia em andamento, um investimento de R$ 77.656.994,96 do Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), que vai trazer mais segurança e conforto aos habitantes do município e aos usuários da rodovia federal.

Serão colocadas barreiras de concreto New Jersey nos acessos ao bairro e nos acessos ao trevo, sem alterar o tráfego na pista central da rodovia. As mudanças serão acompanhadas de sinalização temporária orientando e alertando os usuários, que devem seguir com cautela redobrada em locais com obras em andamento.

Quem costuma acessar a BR-277 pela avenida Professor Pedro Carli (ligação direta com o trevo) deverá passar a utilizar a Rua Humaitá, que faz conexão com a marginal esquerda da rodovia, para seguir no sentido Curitiba, ou até o viaduto no entroncamento com a PRC-466, para seguir até o Bairro Industrial de Guarapuava.

Quem utiliza a Rua Mário Virmond para acessar a BR-277 sentido Curitiba ou o Bairro Vila Carli, pelo trevo, deverá utilizar o viaduto da PRC-466 para ambas as situações. A recomendação é seguir pela Rua Mário Virmond até a Rua Alcindo de Matos (marginal direita da rodovia), virar à esquerda na Rua José Zampieri Filho e daí à direita na Rua Vereador Sebastião de Camargo, seguindo reto até a PRC-466.

“Agradecemos a compreensão dos moradores de Guarapuava durante esse período de obras. Será um pouco mais trabalhoso o acesso à rodovia nos próximos meses, mas o resultado final vai trazer mais segurança aos motoristas e acabar com os numerosos acidentes que ocorrem nesse trevo”, explica o engenheiro do DER/PR, Vanderlei Zanella, fiscal da obra.

Veja as duas sugestões de rotas:



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
https://i.ibb.co/nD1c9pj/PUB02.gif
https://i.ibb.co/3FFvsLT/PUB01.gif
https://i.ibb.co/3FFvsLT/PUB01.gif