https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhGeS-LLzkA_63ReClz19vLaOwBzV5BxEROZ7840QVqZ91IdEsgAz5f-i1Yeul3LtYLbCYyrrhl0D75ZpJpBiIrAcfYbYI7d_uHhkbHu69149aZJw_epInD2y7Yfl0cRyhCGrsnsEh8glDZy8Jlb0KUuzN158j9okkZP3qx3y9RZvUZsMNMfAOZkhtz/s730/P001.gif

Polícia prende quadrilha que roubava carga de óleo vegetal na Região

A quadrilha formada por 5 pessoas - entre elas um empresário -, agia sequestrando motoristas de carretas e trazendo a carga até Guarapuava

Imagem ilustrativa/Reprodução

Uma quadrilha especializada em roubo de carga de óleo vegetal em Guarapuava e Região acabou presa nesta quarta (15) na cidade. De acordo com informações recebidas pelo Portal RSN, a quadrilha formada por cinco pessoas – entre elas um empresário -, agia sequestrando motoristas de carretas e trazendo a carga para Guarapuava.

Na cidade, uma empresa do ramo comprava a carga roubada. Conforme as primeiras informações, os presos estão na Delegacia da Polícia Civil. A Polícia Militar interceptou a carga roubada nesta quarta (15). A PC informou que a investigação ainda está em andamento. Por isso, não há mais informações sobre o caso.

No último dia 23 de agosto, o motorista de um Bitrem Scania G380 foi sequestrado em Paranaguá e levado para a Localidade de Ponte Alta, em Prudentópolis. Conforme apurado preliminarmente, esse motorista seria uma das vítimas da quadrilha.

SEQUESTRO EM AGOSTO
Conforme as informações, após algum tempo ele conseguiu se soltar e procurar ajuda. O motorista que estava com um Bitrem Scania G380 antes do sequestro, afirmou que carregava no caminhão 32 mil litros de óleo vegetal. Na época, a PM recebeu informação do rastreamento do caminhão roubado. Conforme o boletim, o veículo teria permanecido na rua Manoel Alves, no bairro Industrial, em Guarapuava. E entre 1h e 3h, estaria no pátio da empresa de óleo vegetal.

No local, o proprietário do negócio recebeu os policiais e mostrou o estabelecimento. A polícia constatou que vários galões estavam espalhados e câmeras instaladas. Entretanto, de acordo com o homem, elas não funcionavam há oito dias. Na empresa, havia apenas uma carreta, e um outro caminhão estava em uma mecânica.

Por fim, como a carga de óleo vegetal não apresenta característica única de identificação, os policiais conduziram o proprietário da empresa para confecção do boletim de ocorrência. A equipe encaminhou a situação para investigação. (Com Rede TV Guarapuava).

Via: Portal RSN.


Quer ficar por dentro das principais notícias da região? Então acompanhe o Portal Douglas Souza nas redes sociais, clicando nos seguintes links: WhatsApp | Facebook | Instagram

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEj23v8ptcRUDOBhUGA4tx-sr3uWRsBaBV0udG1nrktZWmbPqpMyUYvaNTPuB9Hz2jj8QX_59GuHB5mtSWif5lC5qOPn85eo3yCvLypzyuH2AvWFKYHOQhgzn9FBfvLOajGqpEif3biKfsIwUsTSwXvq_D4iGMVE2ySqzZPHAlt78VjJbD46rxD8GIQh/s730/P002.gif
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhGeS-LLzkA_63ReClz19vLaOwBzV5BxEROZ7840QVqZ91IdEsgAz5f-i1Yeul3LtYLbCYyrrhl0D75ZpJpBiIrAcfYbYI7d_uHhkbHu69149aZJw_epInD2y7Yfl0cRyhCGrsnsEh8glDZy8Jlb0KUuzN158j9okkZP3qx3y9RZvUZsMNMfAOZkhtz/s730/P001.gif
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhGeS-LLzkA_63ReClz19vLaOwBzV5BxEROZ7840QVqZ91IdEsgAz5f-i1Yeul3LtYLbCYyrrhl0D75ZpJpBiIrAcfYbYI7d_uHhkbHu69149aZJw_epInD2y7Yfl0cRyhCGrsnsEh8glDZy8Jlb0KUuzN158j9okkZP3qx3y9RZvUZsMNMfAOZkhtz/s730/P001.gif