https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhGeS-LLzkA_63ReClz19vLaOwBzV5BxEROZ7840QVqZ91IdEsgAz5f-i1Yeul3LtYLbCYyrrhl0D75ZpJpBiIrAcfYbYI7d_uHhkbHu69149aZJw_epInD2y7Yfl0cRyhCGrsnsEh8glDZy8Jlb0KUuzN158j9okkZP3qx3y9RZvUZsMNMfAOZkhtz/s730/P001.gif

Nova carteira de identidade começa a ser emitida na próxima semana

Segundo Receita Federal, serviço tem início pelo Rio Grande do Sul, na terça-feira (26). Para ter documento, é preciso regularizar CPF; veja como fazer

Foto - DOU/Reprodução

A nova carteira de identidade começa a ser emitida na próxima semana. De acordo com a Receita Federal, o serviço tem início pelo Rio Grande do Sul, na terça-feira (26), e, nos dias seguintes, será feito no Acre, no Distrito Federal, em Goiás, em Minas Gerais e no Paraná (saiba mais abaixo).

Com a nova identidade, o número do RG antigo deixa de existir e apenas o CPF é considerado. O objetivo, segundo o governo, é unificar o número do documento em todas as unidades da federação – atualmente, cada região brasileira pode emitir o documento e, na prática, uma pessoa pode até ter 27 números de RG no Brasil.

Por isso, para ter acesso ao novo documento, é preciso regularizar o CPF. De acordo com a Receita Federal, "haverá validações biográficas e biométricas antes da emissão da carteira".

"Cidadãos que não possuírem ou estiverem com as informações incorretas no CPF poderão recorrer aos canais de atendimento à distância da Receita Federal para resolver sua situação", diz a Receita.

Mesmo com o início da confecção da nova carteira de identidade, o RG atual ainda vale por 10 anos.

Como corrigir informações no CPF?
A atualização das informações do CPF pode ser feita de forma gratuita pela internet, no site da Receita Federal. Em algumas situações, o procedimento gera um "protocolo de atendimento" e, nesses casos, a pessoa deve enviar os documentos para a Receita Federal por e-mail (veja lista abaixo).

Para atualizar o CPF, é necessário encaminhar os seguintes documentos para a Receita:
  • Documento de identidade oficial com foto
  • Certidão de nascimento ou certidão de casamento, se no documento de identidade não constar naturalidade, filiação ou data de nascimento
  • Comprovante de endereço
  • Foto de rosto (selfie) do cidadão (ou responsável legal, se for o caso) segurando o próprio documento de identidade
Para quem tem 16 ou 17 anos
  • Se for solicitado por um dos pais, documento de identidade oficial com foto do solicitante (um dos pais)
Para menores de 16 anos, tutelados ou sujeitos à guarda
  • Documento de identidade oficial com foto do solicitante (um dos pais, tutor, ou responsável pela guarda)
  • Documento que comprove a tutela ou responsabilidade pela guarda, conforme o caso, do incapaz
Para cidadão com deficiência e mais de 18 anos (solicitado por parente até 3º grau)
  • Laudo médico atestando a deficiência
  • Documento de identificação oficial com foto do solicitante (cônjuge, convivente, ascendente, descendente ou parente colateral até o 3º grau)
  • Documento que comprove o parentesco
O e-mail deve ser enviado para os endereços abaixo, de acordo com o estado:
  • Acre: atendimentorfb.02@rfb.gov.br
  • Distrito Federal: atendimentorfb.01@rfb.gov.br
  • Goiás: atendimentorfb.01@rfb.gov.br
  • Minas Gerais: atendimentorfb.06@rfb.gov.br
  • Paraná: atendimentorfb.09@rfb.gov.br
  • Rio Grande do Sul: atendimentorfb.10@rfb.gov.br
Saiba mais sobre o novo RG


O que é a nova carteira de identidade?
O novo RG foi estabelecido por meio de decreto do governo federal, e entrou em vigor em 1° de março deste ano. Os institutos de identificação têm até março de 2023 para se adequar. O documento trará uma identificação única por meio do CPF para todo país e poderá ser consultado pela internet, a partir do recebimento.

O que muda?
Com a nova documentação, a numeração será única e a autenticidade poderá ser checada por QR code, inclusive offline. Ou seja, apenas o CPF será considerado.

Atualmente, as pessoas retiram a carteira de identidade em uma unidade da federação com um número, porém, em caso de perda e solicitação em outro estado, por exemplo, a numeração vem diferente. Na prática, atualmente é possível ter 27 números de RG no Brasil.

A medida prevê ainda que a nova carteira de identidade poderá ser considerada um documento de viagem, já que vai entrar no padrão internacional. O documento terá código MRZ (Machine Readable Zone), o mesmo que consta nos passaportes, e poderá ser lido por equipamentos.

No entanto, governo federal informou que o RG poderá ser considerado apenas em viagens internacionais a países do Mercosul e que a mudança é apenas no sentido de facilitar a verificação da validade do documento. Portanto, o passaporte ainda se faz necessário. (Com Portal G1).


Quer ficar por dentro das principais notícias da região? Então acompanhe o Portal Douglas Souza nas redes sociais, clicando nos seguintes links: WhatsApp | Facebook | Instagram

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEj23v8ptcRUDOBhUGA4tx-sr3uWRsBaBV0udG1nrktZWmbPqpMyUYvaNTPuB9Hz2jj8QX_59GuHB5mtSWif5lC5qOPn85eo3yCvLypzyuH2AvWFKYHOQhgzn9FBfvLOajGqpEif3biKfsIwUsTSwXvq_D4iGMVE2ySqzZPHAlt78VjJbD46rxD8GIQh/s730/P002.gif
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhGeS-LLzkA_63ReClz19vLaOwBzV5BxEROZ7840QVqZ91IdEsgAz5f-i1Yeul3LtYLbCYyrrhl0D75ZpJpBiIrAcfYbYI7d_uHhkbHu69149aZJw_epInD2y7Yfl0cRyhCGrsnsEh8glDZy8Jlb0KUuzN158j9okkZP3qx3y9RZvUZsMNMfAOZkhtz/s730/P001.gif
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhGeS-LLzkA_63ReClz19vLaOwBzV5BxEROZ7840QVqZ91IdEsgAz5f-i1Yeul3LtYLbCYyrrhl0D75ZpJpBiIrAcfYbYI7d_uHhkbHu69149aZJw_epInD2y7Yfl0cRyhCGrsnsEh8glDZy8Jlb0KUuzN158j9okkZP3qx3y9RZvUZsMNMfAOZkhtz/s730/P001.gif