Atenção: Governo do Paraná suspende aulas, eventos e férias de servidores estratégicos. Veja o decreto - Portal Douglas Souza - Notícias da Região.

Notícias

Post Top Ad

Post Top Ad

segunda-feira, 16 de março de 2020

Atenção: Governo do Paraná suspende aulas, eventos e férias de servidores estratégicos. Veja o decreto

Redação - Douglas Souza

Foto: Franklin de Freitas

O governador do Paraná, Ratinho Júnior, assinou nesta segunda (16) um decreto com medidas para conter o avanço do Coronavírus no Estado. Entre elas está a suspensão das aulas na rede estadual, redes municipais e particulares de ensino a partir do dia 20 de março (próxima segunda), a suspensão de eventos com mais de 50 pessoas em todo o território paranaense desde já, a suspensão de licença e férias de servidores das secretarias de Saúde, Segurança e Defesa Civil a partir do dia 23 para que possam atuar no combate do avanço da doença, e uma força-tarefa nas fronteiras do Estado. 

O decreto prevê que administração Direta, autárquica e fundacional do Estado do Paraná deverá, dentro da viabilidade técnica e operacional, e sem qualquer prejuízo administrativo, conceder o regime de trabalho remoto ou escalas diferenciadas de trabalho e adoções de horários alternativos nas repartições públicas.

O governo também determina à Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba – COMEC, a profilaxia e expedição de recomendação no âmbito do transporte público coletivo. A Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura, devidamente instruída pela Secretaria de Estado da Saúde, deverá suspender a visitação em teatros, cinemas, bibliotecas, museus e outros eventos artísticos e culturais.

A partir dos próximos dias, ficam suspensas as visitas a teatros, cinemas, bibliotecas, museus e outros eventos artísticos e culturais; e hospitais, penitenciárias e centro de socioeducação, por tempo indeterminado.

Ficam dispensados, sem prejuízo na remuneração, todos os estagiários no âmbito da administração direta, autárquica e fundacional do Estado.

Os diretores dos órgãos e entidades deverão reavaliar a necessidade da permanência ou a diminuição dos empregados de empresas terceirizadas que prestam serviço para administração.

A Secretaria da Fazenda fará contingenciamento do orçamento para que os esforços financeiro-orçamentário sejam redirecionados para a prevenção e combate do COVID-19.

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) estudará a possibilidade de direcionar sua linha de produção para fabricação de álcool em gel a ser adquirido pela administração direta e indireta do Poder Executivo.

A administração direta, autárquica e fundacional do Estado deverá disponibilizar álcool em gel em todas as repartições públicas.

Os órgãos e entidades da administração pública estadual deverão aumentar a frequência de limpeza dos banheiros, elevadores, corrimãos e maçanetas, além de instalar dispensadores de álcool em gel nas áreas de circulação e no acesso às salas de reuniões.

O Estado poderá adotar as seguintes medidas: isolamento, quarentena, exames médicos, testes laboratoriais, coleta de amostras clínicas, vacinação e outras medidas profiláticas, tratamentos médicos específicos e estudos ou investigação epidemiológica.

Os órgãos e entidades da administração pública estadual e municipal deverão compartilhar dados essenciais à identificação de pessoas infectadas ou com suspeita de infecção, assim como as pessoas jurídicas de direito privado quando os dados forem solicitados por autoridade sanitária.

As secretarias de Saúde, Agricultura e Segurança Pública vão desenvolver operação nas fronteiras do Estado para orientação, averiguação e monitoramento da movimentação de pessoas nos limites geográficos estaduais.

Orçamento
O decreto também determina à Secretaria de Estado da Fazenda o contingenciamento do orçamento para que os esforços financeiro-orçamentário sejam redirecionados para a prevenção e combate do COVID-19. " Determino à SESA, SESP e SEAB, para que desenvolvam operação nas fronteiras do Estado do Paraná, para orientação, averiguação e monitoramento da movimentação de pessoas nos limites geográficos estaduais. Parágrafo único: Caberá a SESA regulamentar os procedimentos para elaboração e manutenção da referida força-tarefa", diz o decreto.



Veja o decreto do governador Ratinho Junior sobre o coronavírus

Também presente na assinatura do decreto, o secretário de Saúde, Beto Preto, disse que uma força-tarefa será criada com o Batalhão de Polícia Rodoviária, Saúde, Agricultura, entre outras, para monitorar as fronteiras paranaenses, especialmente com São Paulo, estado com mais casos confirmados da doença e com tansmissão comunitária, para prevenir a entrada de pessoas possivelmente contaminadas e encaminhá-las para a saúde. "Estas medidas visam postergar o máximo possível a transmissão comunitária do vírus no Paraná", disse o secretário.

Beto Preto também disse que a previsão de "20 semanas duras" do Ministério da Saúde, deve se confirmar, por isso a necessidade de antecipar as ações neste momento. "Estas medidas vão influenciar a vida dos paranaenses nas próximas semanas".


Na semana que vem, o governador Ratinho Junior disse que a equipe econômica deve divulgar ações para minimizar o impacto do coronavírus no setor produtivo.

Informação via Bem Paraná.

Redação - Douglas Souza


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad