Região central tem queda de 10% nos crimes de furto - Portal Douglas Souza - Notícias da Região.

Notícias

Post Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Região central tem queda de 10% nos crimes de furto

Portal Douglas Souza

Nos três primeiros meses de 2020, foram registradas 872 ocorrências de furto nos 14 municípios que formam a Área Integrada de Guarapuava 


A Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR) divulgou nesta quinta (4) dados atualizados sobre os crimes de furtos e roubos ocorridos no primeiro trimestre deste ano. De acordo com o levantamento a 7ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), que inclui Guarapuava, teve queda de 10% nos crimes de furtos. 


Desse modo, a Sesp informou que durante os três primeiros meses de 2020, foram registradas 872 ocorrências de furto nos 14 municípios que formam a Área Integrada de Guarapuava. No ano passado, os registros apontavam 969 crimes desta natureza. 


Além disso, o mês com maior número de ocorrências foi janeiro. Os 31 dias do primeiro mês de 2020 somaram 319 ocorrências de furto nesses municípios. Já em fevereiro foram 286. Por fim, em março 267.


FURTOS DE VEÍCULOS 
Outro destaque do levantamento é o aumento no número de furtos de veículo. Dentre as 23 áreas integradas do Paraná, a 7ª Aisp, com sede em Guarapuava, foi a segunda que mais teve aumento neste tipo de crime. 


As informações apontam, que houve acréscimo de 56,82% nos crimes desta natureza. Nos três primeiros meses do ano passado, 44 veículos foram furtados. Sendo 15 em janeiro, 14 em fevereiro e outros 15 em março. 


Já no mesmo período deste ano, somente no mês de janeiro, 39 veículos foram furtados nos municípios integrantes da 7ª Aisp. Em fevereiro houve nova queda nos registros que somaram 20 situações. Em março outros 10 situações desta natureza foram relatadas. 


NO ESTADO 
Ainda de acordo com os dados da Secretaria, o número geral de furtos se manteve estável no período, com aumento de apenas 0,1%. Assim, em todos os 399 municípios do PR, foram registradas 39.593 ocorrências de janeiro a março de 2020, contra 39.545 do mesmo período do ano anterior.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad