Operário de Ponta Grossa vence a Ponte Preta e abre distância para zona de rebaixamento - Portal Douglas Souza - Notícias da Região.

Notícias

Post Top Ad

Post Top Ad

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Operário de Ponta Grossa vence a Ponte Preta e abre distância para zona de rebaixamento

O duelo foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19 

Foto - André Jonsson/OFEC

O Operário venceu a Ponte Preta por 1 a 0 na noite desta segunda-feira (14) e conseguiu abrir vantagem da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro Série B.

Ricardo Bueno marcou o gol da vitória do Operário aos cinco minutos do primeiro tempo.

O duelo foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A vitória deixou o Operário com 39 pontos ganhos, oito acima do Paraná Clube – primeira equipe dentro da zona de rebaixamento. Já a Ponte Preta fica estacionada com 40 pontos e pode ver o G-4 ficar a pelo menos oito pontos de distância.

As duas equipes voltam a campo neste fim de semana. O Operário viaja para enfrentar o Cuiabá na Arena Pantanal, na sexta-feira (18), às 22h30, enquanto a Ponte Preta duela contra o Confiança em Aracaju, no sábado (19), às 19h.

RICARDO BUENO MARCA GOL CEDO E PAVIMENTA VITÓRIA DO OPERÁRIO

A Ponte Preta criou a primeira chance de gol da partida. Aos quatro minutos, Apodi bateu cruzado, Martín Rodríguez deu um tapa na bola para cortar e Bruno Rodrigues ainda tentou a finalização da entrada da área, mas o goleiro ficou com a bola.

No minuto seguinte, o Operário abriu o placar. Rafael Oller arriscou da entrada da área, Ygor Vinhas espalmou para frente e Ricardo Bueno apenas empurrou para as redes.

Ygor Vinhas quase falhou novamente aos 17 minutos. Douglas Coutinho recebeu na esquerda, puxou para o centro e bateu cruzado, o goleiro deixou a bola escapar e a bola passou rente ao poste direito.

No minuto final do primeiro tempo, a Ponte Preta reclamou de uma penalidade não marcada. João Veras pegou rebote na área e Bonfim chegou dividindo por trás, acertando com o joelho a coxa do meia. O árbitro mandou o jogo seguir.

A situação do Operário ficou ainda mais favorável aos cinco minutos do segundo tempo. Ruan Ribeiro derrubou Rafael Oller no campo de ataque, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

A primeira finalização com perigo da segunda etapa saiu apenas aos 29 pontos. Douglas Coutinho arriscou o chute cruzado e Ygor Vinhas fez firme defesa.

A Ponte Preta foi para o abafa nos minutos finais. Aos 35 minutos, Camilo bateu falta, Reniê desviou para trás e quase marcou gol contra, com a bola passando perto do poste esquerdo.

Reniê se redimiu aos 36 minutos. Após nova bola alçada na área, Martín Rodríguez saiu mal e deixou o gol vazio, com a bola sobrando para Dawhan, que duas vezes finalizou para o corte do zagueiro.

Já aos 44 minutos, foi a vez de Ricardo Silva salvar o Operário. Guilherme Lazaroni avançou pela esquerda e cruzou na medida para Apodi no segundo poste, mas o zagueiro conseguiu fazer o corte de cabeça já encima da linha. (Com Paraná Portal).

LOGO001
Participe do grupo de WhatsApp do Portal Douglas Souza e receba informações em seu celular; Grupo de WhatsApp Portal Douglas Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad