https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiI-1ys1n_67SBduIdqWDQVXRtQLb9uS2VzZroFi6dX8lP8X0Fp4cGvX6ENoY3vHbyCG7l6ZM7m1eA92VI9TOQyorz_p8jXJNdwgPOViPG70RFM68CsQ_YTAgUU6PgSe7DFEqCWaKOwzvAtIRVIujhAEt4fBPdESk6F-GQYzbX3WP9YrIz3suL0xrL7/s730/N01.gif

É ouro! Brasil vence a Espanha na prorrogação e é bicampeão olímpico no futebol

Agora, o Brasil tem sete medalhas ao longo da história do futebol masculino olímpico, que começou com as pratas em 1984 e 1988

Ilustrativa/Reprodução

É ouro para o Brasil! Na prorrogação, a Seleção Brasileira venceu a Espanha por 2 a 1 na manhã deste sábado (7), na final do futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

Desta forma, repete o feito de 2016, nos Jogos do Rio, quando foi campeão olímpico pela primeira vez.

Agora, o Brasil tem sete medalhas ao longo da história do futebol masculino olímpico, que começou com as pratas em 1984 e 1988.

Depois, veio o bronze em 1996, 2008, a prata em 2012 e o ouro inédito em 2016.

Com o título, também foi a sétima medalha de ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, 19 no total, fora as que ainda já estão garantidas.

Assim, a Espanha, campeã olímpica em 1992, teve que se contentar com a prata.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEh9s_lMK7Az2PtqFRjVLJM1Jr1PPl4K9hJX9TFHZp032cR6fCwsmhToxFK1nMUPiaVJ6sYtRVCpzNzRc8lL9L0MQ7iAEDjKZajh7HOBCS8znEJKRw0t95yvvuc4JyMwEMeORl0G4F0VC7343nT-OnvJvWMKT0h7SQReKffBIPGOxSbHNXVmJ0eDv39c/s16000/N02.gif
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiI-1ys1n_67SBduIdqWDQVXRtQLb9uS2VzZroFi6dX8lP8X0Fp4cGvX6ENoY3vHbyCG7l6ZM7m1eA92VI9TOQyorz_p8jXJNdwgPOViPG70RFM68CsQ_YTAgUU6PgSe7DFEqCWaKOwzvAtIRVIujhAEt4fBPdESk6F-GQYzbX3WP9YrIz3suL0xrL7/s730/N01.gif
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiI-1ys1n_67SBduIdqWDQVXRtQLb9uS2VzZroFi6dX8lP8X0Fp4cGvX6ENoY3vHbyCG7l6ZM7m1eA92VI9TOQyorz_p8jXJNdwgPOViPG70RFM68CsQ_YTAgUU6PgSe7DFEqCWaKOwzvAtIRVIujhAEt4fBPdESk6F-GQYzbX3WP9YrIz3suL0xrL7/s730/N01.gif