https://i.ibb.co/3FFvsLT/PUB01.gif

Seca afeta abastecimento de água em Altamira do Paraná

Segundo a Sanepar, poços artesianos que abastecem a cidade tiveram queda significativa na vazão

Foto - Reprodução/Tribuna do Interior

A estiagem prolongada afetou o abastecimento de água potável nesta sexta-feira (24), na cidade de Altamira do Paraná. As altas temperaturas também estão contribuindo para o aumento do consumo de água, agravando ainda mais a situação.

Segundo a Sanepar, poços artesianos que abastecem a cidade tiveram queda significativa na vazão. “Por esta razão, pode ocorrer falta de água ou baixa pressão nas redes de distribuição nas regiões do centro da cidade, Conjunto Pombal e Sub 50”, alertou. Sem perspectivas de chuvas, o abastecimento só deve voltar à normalidade na quinta-feira (30), de forma gradativa.

O Paraná vive uma estiagem severa e emergência hídrica. No momento, é imprescindível que todos colaborem, adotando hábitos de consumo inteligente da água e uso racional. A orientação é para que a água tratada seja priorizada para alimentação e higiene pessoal.

A Sanepar orienta que as limpezas mais pesadas, como lavagem de carros, calçadas e fachadas, devem ser adiadas até que a situação se normalize. “É preciso reutilizar a água da lavagem e enxágue de roupas e reduzir o tempo no banho”, orientou.

Outras cidades da região também correm o risco de racionamento de água por causa da seca: Iretama e Goioerê. O segundo município já enfrentou esta situação no ano passado. Há cerca de 3 meses não chove significativamente na região da Comcam.

E segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), não há previsão de chuvas para os próximos dias. (Com Tribuna do Interior).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
https://i.ibb.co/nD1c9pj/PUB02.gif
https://i.ibb.co/3FFvsLT/PUB01.gif
https://i.ibb.co/3FFvsLT/PUB01.gif